Outras formas de visualizar o blog:

quarta-feira, 8 de junho de 2011

A recusa do gótico e a Renascença trouxeram um estilo de vida neo-pagão

Sankt Abersee, coroação de Nossa Senhora, Alemanha
Continuação do post anterior

Que conclusão tirar de tudo isso?

Sem querer penetrar os imperscrutáveis desígnios de Deus, imaginemos que a humanidade realize aquele grande retorno, que ela afinal retorne a casa paterna, cansada de comer as bolotas do exílio.

Essa conversão operará uma mudança radical na concepção de vida que, em extensas camadas da sociedade hodierna, se baseia no laicismo e no mais desenfreado apego às coisa terrenas, as quais se converteram e fins em si mesmas.



Pressuposta essa conversão e a volta da verdadeira concepção católica da existência, que é o que realmente importa, que mudanças surgiram nos vários aspectos da vida cultural por todo o mundo?

Do ponto de vista que aqui nos preocupa, com os novos materiais e com as conquistas da ciência e da técnica moderna, que estilo arquitetônico aparecerá no horizonte da história como uma das conseqüências, no campo estético, dessa nova atitude perante os perecíveis bens deste mundo e os bens imorredouros e eternos?

Não nos seduz, porém, o sonho dos espíritos carnais que somente aspiram a construir neste mundo sua tenda.

O importante é que ofereçamos a Deus orações e sacrifícios para que venha a nós o seu Reino. E todo o resto nos será dado com acréscimo.

Fim

(Fonte: Catolicismo, Junho de 1960, Nº 114)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.