Outras formas de visualizar o blog:

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Sainte-Chapelle: delicadeza sobrenatural que eleva a Deus num voo só

Saintee-Chapelle: sob esta cúpula era exposta a Coroa de Espinhos

A Sainte-Chapelle leva o charme e a distinção a um ponto tal que parece ficar trêmula de tanta delicadeza.

Porém, ao mesmo tempo, destaca-se pelo equilíbrio e pela ascese.

Ela é o receptáculo tão perfeito quanto o homem conseguiu excogitar da suprema Coroa: a Coroa de Espinhos.

São Luiz, Rei de França, fez a Sainte-Chapelle para abrigar essa Coroa. Ele construiu assim um dos mais belos monumentos da arte medieval e, portanto, de toda a História!


Sainte-Chapelle vista do côro
Sainte-Chapelle vista do coro
A Sainte-Chapelle é uma caixa de cristal com nervuras de granito onde se celebrava o Santo Sacrifício da Missa.

Ouve-se falar das maravilhas de Europa. Mas, indo à Europa pela primeira vez, a gente se pergunta:

Visto diretamente, aquilo é mais belo do que nas fotografias? Ou é menos belo do que nas fotos? Aquilo me emocionará?

A Sainte-Chapelle fica encastoada no Palais de Justice, Palácio do Judiciário francês.

A capela de baixo deixa maravilhado e convida à exclamação: “Ahahah! Não pensava, mas não pensava que fosse uma coisa tão bonita!”

Ela exprime uma forma supereminente de delicadeza de alma que se evolava das relações de São Luiz com seu povo.

Ela convida a ser súdito de São Luiz no século XIII.

Dá vontade de passar o dia inteiro na capela dos empregados.

Mas, depois, subindo para a capela real, a gente não tem palavras para dizer!

Notre-Dame extasia. Mas a Sainte-Chapelle com os seus vitrais, com o altar que São Luiz mandou pôr lá, o lugar onde ele colocava o trono dele para assistir à Missa, etc., produz um tal maravilhamento que, literalmente, não se sabe o que dizer.

A Sainte-Chapelle é toda cheia de delicadeza. A delicadeza está simbolizada com tanta intensidade e num patamar tão alto que foi possível ao homem simbolizar não simplesmente a delicadeza natural, mas a delicadeza sobrenatural.

Sainte-Chapelle: panorâmica permite apreciar a caixa de vitrais que forma a capela
Sainte-Chapelle: panorâmica permite apreciar a caixa de vitrais que forma a capela
O homem conseguiu na Idade Média forçar a natureza para que ela apresentasse a magnificência dos estados de espírito e das virtudes de alma.

Não apenas enquanto estados de espírito e virtudes naturais, mas enquanto banhados pelo sobrenatural.

Os quadros de Fra Angélico têm muito disso. Pintam uma inocência sobrenatural. O sobrenatural é apresentado assim simbolicamente.

E, por trás dessas obras, o medieval conseguiu transmitir um início da visão beatífica que o batismo nos dá.

A Fé dá isso: um início de visão beatífica que se torna presente.

Isso não acontece em todos os outros sistemas culturais, escolas artísticas, etc. Donde a superioridade fundamental do medieval sobre as outras coisas.



Video: Sainte Chapelle: imenso relicário feito de vitrais



GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS ORAÇÕES HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS
Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.