Outras formas de visualizar o blog:

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Catedral de Orvieto, síntese entre a beleza das formas e das cores

Orvieto: triunfo da sintese da cor e da forma

Analisando as fachadas de catedrais tão diversas como as de Orvieto ou de Florença, podemos nos perguntar: o que apresenta mais esplendor, a forma ou a cor?

Por extensão, podemos perguntar: num quadro, o que é mais notável, o desenho ou o colorido?

A escola florentina é pobre intencionalmente em colorido, para que o desenho ressalte.

A escola veneziana é magnífica em coloridos, tendo apenas o desenho necessário para dar pretexto para as cores se mostrarem.

Mas há uma magnífica síntese das duas escolas na Catedral de Orvieto.


Florença: triunfo da forma
Florença: triunfo da forma
Essa catedral exigiu uma enorme quantidade de trabalho de cantaria nas coluninhas, na rosácea, no quadrângulo, nos florões, nos rebordos de todas as linhas.

Mas esse trabalho não assustava os medievais. Pois eles trabalhavam sem pressa de acabar, sem pressa de serem aplaudidos.

Veneza: triunfo da cor
Veneza: triunfo da cor
Eles morriam em paz diante da igreja inacabada, certos de que as gerações futuras haveriam de completá-la.

A Catedral de Orvieto é uma igreja inatacável do ponto de vista da beleza.

Não dá para se fazer a ela qualquer reserva ou apontar um desacordo.

Podem-se preferir outras – isso depende do gosto de cada um –, mas impugná-la esteticamente não parece possível.




GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS ORAÇÕES HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS
Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.