Outras formas de visualizar o blog:

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Nossa Senhora de Las Lajas:
um santuário neomedieval fora da Idade Média!

Nossa Senhora de Las Lajas, Ipiales, Colômbia
Nossa Senhora de Las Lajas, Ipiales, Colômbia
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A história que vamos reproduzir embaixo não é da Idade Média, mas bem poderia sê-lo. Pois, a Idade Média não é apenas uma era histórica, mas também uma categoria moral, religiosa, social, cultural e de devoção a Nossa Senhora!

Las Lajas quer dizer, em português, As Lajes. A pintura ao lado está impressa num rochedo existente numa gruta localizada ao sul do território colombiano, junto à fronteira do Equador.

São reproduzidas nesta contracapa as duas figuras principais. É um como que quadro. Tem todas as características de ter sido pintado mediante o concurso de um anjo.

Qual é a beleza da referida pintura?

Devemos distinguir nela dois aspectos: as pessoas de Nossa Senhora e Nosso Senhor, e o colorido.

O colorido todo expressa uma idéia de realeza muito pronunciada. As cores de fundo do quadro são faustosas.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Homens na origem das catedrais: São Lopo, arcebispo de Sens

São Lopo, estátua no pórtico da igreja de Saint-Loup-de-Naud (Seine-et-Marne)
São Lopo, estátua no pórtico da igreja
de Saint-Loup-de-Naud (Seine-et-Marne)
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






São Lopo, nasceu em Orléans num berço de sangue real e viveu de 573 até 623 d.C. Resplandeciam nele todas as virtudes quando foi escolhido para arcebispo de Sens.

A catedral de Sens de então era uma pequena capela dedicada a Nossa Senhora e a São Estevão o primeiro mártir.

Ela havia sido construída por São Saviniano pelo fim do século III.

Depois lhe foram anexadas mais duas capelas. Na origem das colossais catedrais medievais encontramos sempre uma humilde história de pequenas capelas.

Mas nelas residiam homens de almas colossais e cujo exemplo moral acabou inspirando a construção de edifícios religiosos proporcionados a esses gigantes da fé.

Foi o caso de São Lopo na arquidiocese de Sens.

Ele doava quase tudo aos pobres. Um certo dia em que ele tinha convidado muitas pessoas para comerem, no meio da refeição verificou-se que não havia vinho para todos.

Ele disse ao funcionário que lhe avisava da falta: