Outras formas de visualizar o blog:

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

O órgão é a voz da catedral medieval,
eco da voz da Igreja Católica e do próprio Deus

Órgão da catedral de Estrasburgo
Órgão da catedral de Estrasburgo




Procuremos lembrar-se da sensação quando ouvimos pela primeira vez um órgão tocar.

A primeira sensação que eu tive foi de surpresa. Como quem diz: eu não imaginava!

A surpresa era seguida de um maravilhamento: que elevado!

Como isso tende para cima!

Que movimento para cima!

Como vai a uma altura que há uma verdadeira audácia que se quereria ter essa altura! Como isto perfura!

Que alma corajosa!

E de quanta coisa esta alma discrepou e se descolou e com que entusiasmo ela sobe!


Clique para ouvir Missa para os conventos: Elevação, François Couperin (1668 – 1733, Paris) :





Órgão da catedral de Sevilha
Órgão da catedral de Sevilha
Quantas coisas há em mim que quereriam subir assim e que dão vontade de subir!

O que é que há nesta altura?

Para onde sobe isto e como é que é imaginável aquilo que vai encontrar?

O órgão tocando suscita a ideia de um Céu infinito, de uma santidade, de uma pureza, de uma harmonia, de uma afabilidade e uma intransigência absoluta!

É para lá que a alma inteira ruma na primeira vez!

‒ Órgão! Isto é um instrumento, não é uma orquestra!

Oh! Que coisa extraordinária!

É assim que se deve ser!

Clique para ouvir Registros plenos no primeiro tom, do Livro do Órgão de Jean-François Dandrieu (1682 – 1738):



Órgão da igreja de Santo Eustáquio em Paris
Órgão da igreja de Santo Eustáquio em Paris
Estes são movimentos que entretanto, passam rapidamente em algumas almas.

Em outras, se a alma continua fiel, há uma espécie de identidade dela consigo mesma e esses movimentos fixam-se para todo o sempre.

A alma só é o ser que Deus criou na medida em que esse movimento habita nela a ela vive disso.

Na medida em que a alma não tem esse movimento e não vive para isso, ela não é a alma com a fisionomia que Deus quis para ela.

Para ser ela mesma é preciso ser a imagem e semelhança de Deus.

Se ela não é idêntica com Deus, não tem identidade com consigo mesma.

O movimento de alma que estou descrevendo e que um órgão pode suscitar de algum modo a Igreja sempre teve, é inerente à Igreja.

Isto era o estado comum em que os homens viviam, rezavam, combatiam, descansavam, festejavam e morriam na ordem medieval. Tudo era feito nesta atmosfera.

Clique para ouvir Passacaille d'Armide, da suite em 2º tom. Jean-Baptiste Lully (1632 – 1687):




Catedral de Amiens, França
Catedral de Amiens, França
O comum do homem era viver atrás dos vitrais, ao som dos órgãos, em contato com o granito e, por detrás de muralhas, tendo armas como ornamento das paredes! Tudo isso era o comum.

Por que?

Porque essa tendência para o alto, o discernimento do mais alto dos mais altos, penetrou à fundo na alma do homem medieval.

Ele não concebia a possibilidade de fazer uma janela de quarto de empregado sem que fosse uma ogiva!

Era a forma natural de todas as janelas, de todas as portas, de todas as comunicações, dos adornos, dos enfeites, de tudo!

Essa atmosfera da vida se transmitiu por várias gerações e foi, dentro dos homens, uma coluna, um fogo, uma força que quatro ou cinco séculos de Revolução não conseguiram exterminar inteiramente e que resta em nós sob a forma de um precioso legado de tradição.



(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, 03/01/1981. Texto sem revisão do autor).




GLÓRIA CRUZADAS CASTELOS ORAÇÕES HEROIS CONTOS CIDADE SIMBOLOS
Voltar a 'Glória da Idade MédiaAS CRUZADASCASTELOS MEDIEVAISORAÇÕES E MILAGRES MEDIEVAISHERÓIS MEDIEVAISCONTOS E LENDAS DA ERA MEDIEVALA CIDADE MEDIEVALJOIAS E SIMBOLOS MEDIEVAIS

3 comentários:

  1. Bom dia! È muito lindo ver as fotos ,ouvir os sinos parece um sonho,gostaria de poder ouvir sempre,se voce puder me envie por email,adoro anjos ,santos castelos e catedrais, e sou sua fã.teu trabalho é muito lindo e cultural,as pessoas que visitam o meu blog sempre comentam sobre seus post,realmente é um banho de cultura.obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Saudações. Ñ consegui acessar as músicas. Favor orientar. Obrig.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Tarde.
      Clicar no título do post "O órgão é a voz da catedral..." etc.

      Excluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.